Veja 10 opções de smartphones para comprar por até R$ 1.500

Nem todo mundo tem dinheiro ou vontade para investir muito em um iPhone ou Galaxy S. Por esse motivo, listamos 10 sugestões de smartphones por até R$ 1.500

Caio Carvalho, colaboração para o CNN Brasil Business
27 de janeiro de 2021 às 05:00
Pessoas usando o celular
Foto: Divulgação / Pixabay

Celular tornou-se um item de uso fundamental para praticamente todos os brasileiros. Mas nem todo mundo tem dinheiro ou vontade para investir muito em um iPhone ou Galaxy S. Por esse motivo, listamos 10 opções de smartphones por até R$ 1.500 --um valor que, sim, pode parecer um pouco alto, mas deve servir de parâmetro para dispositivos que se encaixam como um meio termo entre o básico demais e o avançado.

A lista não está em uma ordem específica: cabe a você fazer as comparações e decidir qual das opções é a mais vantajosa para o seu dia a dia.

Os preços estão sujeitos a alterações das fabricantes, sem aviso prévio.

Motorola Moto G8 Power

Motorola Moto G8 Power
Motorola Moto G8 Power
Foto: Divulgação

Preço médio: R$ 1.300

Em toda a sua linha, a Motorola costuma lançar uma variante específica para duração de bateria. E uma das opções mais recentes dentro da faixa dos R$ 1.500 é o Moto G8 Power, que possui uma bateria enorme de 5.000 mAh. Segundo a fabricante, o componente garante uma autonomia de até dois dias de uso intenso, e ainda tem suporte para recarga de 15 W --em menos de 1h30 ele se recarrega por completo. Fora isso, há uma tela de 6,4 polegadas, processador Snapdragon 665, 4 GB de memória RAM, 64 GB de armazenamento e câmera traseira quádrupla.

Motorola Moto G9 Play

Motorola Moto G9 Play
Motorola Moto G9 Play
Foto: Divulgação

Preço médio: R$ 1.170

A linha G9 é uma das mais recentes da Motorola. E o aparelho mais básico da família é o Moto G9 Play. Porém, não se engane: ele traz boas especificações, que o colocam na faixa dos intermediários, o que inclui tela IPS de 6,5 polegadas, processador Snapdragon 662, 4 GB de RAM e 64 GB de espaço interno. As câmeras, por sua vez, são uma principal de 48 MP, macro de 2 MP e de profundidade com 2 MP. Já a bateria é de 5.000 mAh.

Motorola One Fusion

Motorola One Fusion
Motorola One Fusion
Foto: Divulgação

Preço médio: R$ 1.400

O Motorola One Fusion é um aparelho que mescla características de vários outros smartphones da marca. Começando pelo processador intermediário Snapdragon 710 da Qualcomm, bateria de 5.000 mAh, 4 GB de memória RAM, 64 GB de armazenamento interno, quatro câmeras na traseira e tela de 6,5 polegadas com resolução HD+. Ele pode não ser o intermediário mais potente, mas certamente é um dos que mais devem atender a todas as parcelas dos consumidores.

Motorola One Action

Motorola One Action
Motorola One Action
Foto: Divulgação

Preço médio: R$ 1.450

No quesito recursos, o Motorola One Action compartilha muita similaridades com os demais telefones da companhia, incluindo processador da Samsung e três câmeras traseiras. Uma das diferenças está na câmera frontal que, neste modelo, fica alocada em um buraco no canto superior esquerdo da tela, em vez de adotar o formato de gota d’água, ao centro do painel.

LG K62

LG K62
LG K62
Foto: Divulgação

Preço médio: R$ 1.300

A LG segue investindo em sua linha de intermediários no Brasil. Para quem não quer gastar rios de dinheiro, o K62 é uma alternativa interessante que mescla processador de oito núcleos a 2,3 GHz, 4 GB de RAM e 128 GB de memória interna, bateria de 4.000 mAh e tela de 6,6 polegadas. No entanto, o chamariz deste aparelho é a carcaça resistente que, de acordo com a fabricante, passou por oito testes para colocar à prova sua durabilidade.

Xiaomi Redmi Note 8

Xiaomi Redmi Note 8
Xiaomi Redmi Note 8
Foto: Divulgação

Preço médio: R$ 1.400

Os intermediários da Xiaomi costumam apostar nas câmeras. E no Redmi Note 8 isso não é diferente: são quatro os sensores principais na parte traseira, incluindo um ultra grande-angular de 120° e a principal, com 48 MP. Outro destaque é a sua bateria de 4.000 mAh que, dependendo do uso moderado, pode durar mais de um dia longe da tomada. A tela tem 6,3 polegadas e a capacidade interna é de 128 GB.

Xiaomi Redmi 9

Xiaomi Redmi 9
Xiaomi Redmi 9
Foto: Divulgação

Preço médio: R$ 1.250

Mais uma opção da Xiaomi, o Redmi 9 tem especificações ligeiramente melhores que o Note 8, mas que, se você colocar na balança, são quase iguais. O que muda é a tela de 6,5 polegadas, a bateria de 5.000 mAh e o espaço interno menor, de 64 GB. O preço dos dispositivos também não tem tanta diferença assim, portanto vai depender das suas preferências com relação a um deles.

Samsung Galaxy M21s

Samsung Galaxy M21s
Samsung Galaxy M21s
Foto: Divulgação

Preço médio: R$ 1.300

Com preço original de R$ 1.999, o Galaxy M21s, assim como a maioria dos aparelhos intermediários desta lista, já pode ser encontrado com uma redução significativa no preço, caindo para até menos do que R$ 1.500. Seus principais apelos estão na bateria de 5.000 mAh e no processador que, embora não entregue uma experiência mais refinada quanto um Galaxy A50, dá conta do recado na hora de rodar jogos e tarefas que exigem mais demanda.

Samsung Galaxy A21s

Samsung Galaxy A21s
Samsung Galaxy A21s
Foto: Divulgação

Preço médio: R$ 1.260

O Galaxy A21s é um telefone de entrada em sua essência, mas as especificações superam a concorrência nessa categoria. Para tanto, temos uma tela de 6,5 polegadas, processador de oito núcleos rodando a 2 GHz, 4 GB de memória RAM, 64 GB de armazenamento interno e bateria de 5.000 mAh com recarga de 15 W. Já o conjunto fotográfico traseiro acompanha um sensor principal de 48 MP, macro de 2 MP, profundidade também com 2 MP e ultra grande-angular de 8 MP.

Samsung Galaxy A50

Samsung Galaxy A50
Samsung Galaxy A50
Foto: Divulgação

Preço médio: R$ 1.350

Com um excelente custo-benefício, o Galaxy A50 tem jeitão de aparelho premium por conta da quantidade de recursos. Além da tela Super Amoled de 6,4 polegadas e processador Exynos 9610 de 2,3 GHz, vem com câmera tripla de 5 MP, 25 MP e 8 MP que entregam resultados satisfatórios para um telefone que custa pouco mais de R$ 1.000. Por falar na câmera, o sensor fotográfico conta com 18 modos específicos de cena para você bancar o fotógrafo e fazer bonito.