GM planeja ter maioria da frota de veículos com propulsão elétrica até 2035

Montadora informou que investirá US$ 27 bilhões em veículos elétricos e autônomos nos próximos cinco anos, um aumento de 35% em relação aos planos feitos antes

Por Dow Jones Newswires, do Estadão Conteúdo
28 de janeiro de 2021 às 20:23
Foto: Reuters/Rebecca Cook

A General Motors (GM) planeja ter a maioria dos veículos que produz com propulsão por meio de motores elétricos até 2035 e neutralizar as emissões de carbono até 2040.

A montadora informou que investirá US$ 27 bilhões em veículos elétricos e autônomos nos próximos cinco anos, um aumento de 35% em relação aos planos feitos antes da pandemia.

O objetivo é oferecer 30 modelos totalmente elétricos em todo o mundo até meados da década. Até o final de 2025, 40% de seus modelos americanos serão veículos elétricos. A empresa planeja incluir crossovers, SUVs, sedans e caminhões em sua linha de veículos elétricos.

A GM disse ainda que fornecerá energia 100% renovável para abastecer suas unidades nos EUA até 2030 e no mundo até 2035. Isso é cinco anos mais rápido do que sua meta global anunciada anteriormente.

E tem o objetivo de fazer com que todos os veículos leves novos, a grande maioria de sua frota, sejam totalmente elétricos em 14 anos. A empresa se concentrará em oferecer veículos com emissões zero em diferentes faixas de preços.