Conta de luz mantém bandeira amarela e continua mais cara em fevereiro

Faixa gera cobrança adicional de R$ 1,343 para cada 100 quilowatts-hora consumidos

Luciano Costa, da Reuters
29 de janeiro de 2021 às 20:40
Foto: Kari Shea / Unsplash

As contas de luz seguirão em fevereiro com a chamada bandeira tarifária amarela, que gera cobrança adicional de R$ 1,343 para cada 100 quilowatts-hora consumidos, informou a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta sexta-feira.

A agência disse que, apesar de fevereiro ser mês tipicamente de chuvas nos reservatórios das hidrelétricas, os lagos "vêm apresentando recuperação mais lenta de níveis em função do volume de chuvas abaixo do padrão histórico para esse período do ano".

O sistema de bandeiras leva a custos adicionais para os consumidores de energia quando sai do verde para o nível amarelo ou vermelho, o que é definido pela Aneel de acordo com a oferta de geração. O mecanismo visa a sinalizar aos consumidores as condições do sistema elétrico, segundo a agência.