De pornografia a investimentos: Reddit desafia reguladores para realizar seu IPO

Com fama recente por ser a plataforma do "short squeeze", que endoidou Wall Street, o Reddit existe desde 2005 e tem uma estrutura gigantesca

Matheus Prado, do CNN Brasil Business, em São Paulo
31 de janeiro de 2021 às 05:00 | Atualizado 31 de janeiro de 2021 às 08:01
Sede do Reddit, em San Franciso, na Califórnia
Foto: Divulgação/Reddit

De fama recente para o grande público por ser a plataforma do "short squeeze" que endoidou Wall Street, o Reddit existe desde 2005 e tem uma estrutura gigantesca por trás do seu design aparentemente tosco. 

Com sede em San Francisco, na Califórnia, a rede social emprega mais de 400 pessoas e já recebeu cerca de US$ 550 milhões em rodadas de investimento, sendo avaliada em mais de US$ 3 bilhões. Se prepara, inclusive, para realizar IPO em Wall Street.

E isso ocorre porque a plataforma tem números fortíssimos. No fim de 2019, eram 430 milhões usuários mensalmente ativos, segundo dados do próprio site. Se o recorte for diário, mais de 50 milhões de pessoas passam por ali.

Na mesma linha, dados da ferramenta de pesquisa Ahrefs de dezembro de 2020 colocam o site como o décimo oitavo mais acessado do mundo e o sétimo nos EUA, na dianteira de potências como Wikipedia, Netflix e Amazon.

Mas, afinal, o que é o Reddit? O site funciona como uma grande plataforma de discussões diversas, com subfóruns específicos para várias temáticas (lembrou do Orkut?). Os próprios usuários criam essas páginas e os tópicos de discussão, além de moderar o ambiente.

Ajuda também a facilidade para acessar a plataforma. Para se inscrever ali, não é preciso nem dar o e-mail, apenas apresentar nome de usuário e senha.

"Nos últimos anos, eles receberam uma série de aportes de investidores profissionais, que estão lá para isso: ajudar a profissionalizar a gestão e preparar a empresa para o seu possível IPO", diz William Castro Alves, estrategista-chefe da Avenue Securities.

"Uma rede social vale quanto mais usuários tiver, como um outdoor localizado numa grande avenida antigamente, e isso eles têm. O grande desafio é manter a quantidade de visitantes e entregar um mínimo de controle para as autoridades."

Receitas

Steve Huffman, um dos fundadores e CEO do site, fala publicamente em abrir o capital da empresa desde 2017 e trabalha com esse objetivo há um bom tempo. Diversos sites de investimento dos EUA também disponibilizam ações pré-IPO do Reddit.

Mas as finanças são um desafio. Além dos aportes externos, a companhia tem basicamente duas fontes de receita: publicidade de terceiros na plataforma e uma moeda interna utilizada pelos usuários para presentear uns aos outros e conseguir navegar sem anúncios.

E este é o primeiro grande problema da plataforma. Apesar da base robusta, seu retorno financeiro ainda é baixo. Em 2019, segundo levantamento da CNBC, a companhia teve receitas internas de cerca de US$ 100 milhões, a pior entre as grandes redes sociais.

Enquanto o Twitter fazia Twitter US$ 9,48 por usuário, o Reddit conseguia US$ 0,30. Para contextualizar, o Facebook tinha US$ 7,37 e até o diferentão Pinterest obtinha retorno de US$ 2,80.

É verdade que diversas empresas de tech foram para a bolsa sem dar lucro (Uber, Tesla, Spotify) e o mercado apostou no seu futuro, mas ainda não está claro se o Reddit tem este mesmo fôlego.

Isso também ocorre porque, já que o Reddit não pede tantos dados pessoais aos usuários, a publicidade presente ali costuma ser mais nichada e, consequentemente, de menor valor. Por exemplo, um subfórum sobre jogos terá publicidade de... jogos. Se o jogador também estiver precisando de algo mais genérico como uma geladeira, no entanto, será mais difícil impactá-lo ali.

Conteúdo

O que nos traz para um segundo problema, algumas partes do conteúdo do site. O Reddit é, como dito, tem basicamente a mesma estrutura das comunidades do Orkut, só que numa versão sem limites.

Há subfóruns para tudo. Desde os mais educativos, como o ELI5 (Explain like I'm 5, ou me explique como se eu tivesse 5 anos), que serve para pessoas esmiuçarem temas complexos de um jeito simples;

Até uma minoria de conteúdos proibidões, como várias páginas dedicadas à pornografia, ou outra com vídeos gráficos de pessoas morrendo, ou até um grupo reservado para relatos de incesto dos usuários.

"Isso é um aspecto que o mercado e o regulador vão ficar de olho, é claro. O Twitter, por exemplo, já sofreu com essas questões de conteúdo no passado e voltou gerar discussões com o banimento de Donald Trump", diz Alves.

Não há como não citar também o imbróglio envolvendo as ações da GameStop. A SEC deixará que os investidores continuem discutindo ações nas redes sociais? E se os usuários do Reddit decidirem inflar artificialmente as ações da empresa? Caberá à autarquia responder estas questões.

História

Criado em 2005 pelos programadores Steve Huffman, Alexis Ohanian, o Reddit nasceu na Universidade da Virgínia, nos EUA, onde os dois estudavam e dividiam alojamento. Menos de um ano depois, a companhia com a Infogami, de Aaron Swartz.

O nome do site é uma brincadeira com a expressão em inglês "read it", que quer dizer leia isso. A plataforma nasceu como um grande repositório de notícias e ganhou o slogan de "front page of the internet", ou página inicial da internet.

Não por acaso, foi comprada pela Advance Publications, que administra a editora Condé Nast (Vogue, GQ, The New Yorker, Vanity Fair), em 2006, de quem foi subsidiária até ganhar autonomia em 2011.

Nos últimos anos, a companhia vem trabalhando para profissionalizar e rentabilizar sua operação. Em 13 de dezembro de 2020, anunciou a compra do Dubsmash, aplicativo rival do TikTok.