Governadores pedem vacinas e auxílio emergencial em reunião com Lira e Pacheco

O presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), se reuniram virtualmente com os 27 governadores

Da CNN, em São Paulo
12 de fevereiro de 2021 às 14:42

O presidente do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), se reuniram virtualmente nesta sexta-feira (12) com todos os 27 governadores. Na pauta, foram debatidos temas importantes para os estados, como a volta do auxílio emergencial e o processo de vacinação contra a Covid-19

Em entrevista à CNN, Renato Casagrande (PSB), governador do Espírito Santo, disse que há um consenso de que é preciso ter um novo benefício para os mais vulneráveis, mas afirmou que não foi debatido na reunião nem o valor, nem o prazo que o auxílio deve ter.  

De acordo com Casagrande, o novo presidente do Senado acredita ser possível achar um caminho na Pec Emergencial, onde colocariam um orçamento de guerra para poder voltar com o auxílio emergencial ou fortalecer o programa Bolsa Família.

“Todos nós governadores defendemos o auxílio emergencial, mesmo que não seja naquele tamanho que foi no ano passado, ou algum instrumento que minore a dificuldade da população pela quantidade de pessoas desempregadas. Não entramos no debate de valor porque temos também que reconhecer as dificuldades do governo federal com relação ao equilíbrio das contas. Tem que ser um valor que possa ajudar, mas que permita que o governo caminhe em direção ao equilíbrio fiscal”, opinou.

O governador também disse que o orçamento da saúde foi discutido entre eles. “Nós todos tivemos uma ampliação do custeio da saúde e foi fundamental a ajuda do governo federal no credenciamento de leitos. Então, discutimos e pedimos ao Congresso que ajude na ampliação do orçamento da pasta da Saúde.”

Outros temas como reforma tributária e da pauta federativa dos estados também foram abordados. Segundo Casagrande, os presidentes das duas Casas legislativas "estão alinhados com o diálogo” para que se possa diminuir a temperatura e ansiedade da política brasileira.

Aplicativo para receber auxílio emergencial do Governo Federal
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil (21.jul.2020)

 

(Publicado por Sinara Peixoto)