PIB da zona do euro no 4º cai menos do que estimado anteriormente

A Eurostat também informou que o emprego cresceu 0,3% nos últimos três meses de 2020 sobre o período anterior, após alta de 1,0% no terceiro trimestre

Jan Strupczewski, da Reuters
16 de fevereiro de 2021 às 09:22
Logo do Banco Central Europeu em Frankfurt, Alemanha
Logo do Banco Central Europeu em Frankfurt, Alemanha
Foto: REUTERS/Ralph Orlowski

O Produto Interno Bruto da zona do euro caiu menos do que o inicialmente estimado no último trimestre de 2020 e o emprego avançou em relação aos três meses anteriores apesar dos lockdowns por conta da pandemia, mostraram novas estimativas nesta terça-feira.

A agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, disse que o PIB dos 19 países que usam o euro contraiu 0,6% no quarto trimestre em relação aos três meses anteriores, registrando queda de 5,0% na base anual. A Eurostat havia estimado anteriormente contração trimestral de 0,7% e de 5,1% em termos anuais.

A Eurostat também informou que o emprego cresceu 0,3% nos últimos três meses de 2020 sobre o período anterior, após alta trimestral de 1,0% no terceiro trimestre, mas que ainda está 2,0% abaixo do mesmo período do ano anterior.