Auxílio deve voltar fora do teto; mercado não gosta, mas espera detalhes

Ao que tudo indica, o ministro da economia vai tentar incluir uma cláusula de calamidade pública na PEC do Pacto Federativo

Fernando Nakagawa
Por Fernando Nakagawa, CNN  
17 de fevereiro de 2021 às 06:55
Abertura de Mercado
Capa do podcast Abertura de Mercado
Foto: CNN Brasil

Paulo Guedes parece finalmente ter achado uma alternativa para a volta do auxílio emergencial. Ao que tudo indica, o ministro da economia vai tentar incluir uma cláusula de calamidade pública na PEC do Pacto Federativo.

No fim das contas, é como se o governo recorresse novamente a um orçamento de guerra, como fez no ano passado, para distribuir o auxílio emergencial fora do teto de gastos. O mercado, é claro, não reagiu bem. 

Neste episódio, ouça como o governo pretende cortar quase 30 milhões de beneficiários do auxílio emergencial.

Onyx Lorenzoni vai para a Secretaria-Geral da Presidência e leva junto um dos projetos de privação da pasta de Guedes, o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI).

Entenda também como o WhatsApp finalmente pode liberar seu serviço de transferência de dinheiro e os planos de fusão das operadoras de planos de saúde Hapvida e Notre Dame Intermédica.

Por fim, a decisão da Adidas de vender a Reebok, marca que vem tentando reerguer desde 2006.