Ford e sindicato chegam a um acordo parcial; operação será retomada na segunda

Há garantia de salários para todos trabalhadores que forem ou não convocados para o trabalho

Natália Flach, do CNN Brasil Business, em São Paulo
18 de fevereiro de 2021 às 17:36 | Atualizado 18 de fevereiro de 2021 às 17:37
Complexo Industrial Ford Nordeste em Camaçari
Complexo Industrial Ford Nordeste em Camaçari
Foto: Alberto Coutinho/GOVBA

 

A Ford e o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Metalúrgica, Siderúrgica, Mecânica, de Automóveis, Autopeças de Camaçari chegaram a um acordo parcial nesta quinta-feira (18). Ficou acordado que as negociações continuarão nos próximos 90 dias, com a garantia de salários para todos trabalhadores que forem ou não convocados para o trabalho. Com isso, a produção será retomada na segunda-feira (22) às 6h.

O acordo ocorreu durante audiência virtual de dissídio coletivo realizada pelo Tribunal Regional do Trabalho da Bahia com mais de 3.200 acessos simultâneos no YouTube.

Outro ponto acordado foi que o abono das faltas injustificadas dos trabalhadores convocados desde o dia 28 de janeiro até a presente data será remetida à mesa de negociação direta, com a Ford assumindo o compromisso de não descontar tais faltas pelos próximos 90 dias.

Ainda, a Ford se comprometeu a convidar as empresas do complexo a aderirem aos termos do acordo parcial.