Mosaic reverte prejuízo e lucra US$ 828 milhões no 4º trimestre

O aumento da receita foi motivado por maiores volumes em todos os segmentos e preços mais altos de fosfatados

do Estadão Conteúdo
18 de fevereiro de 2021 às 09:00
Mosaic Institucional
Foto: Divulgação/Mosaic - Youtube

A companhia de fertilizantes Mosaic, dos Estados Unidos, apresentou na noite desta quarta-feira (17), lucro líquido de US$ 827,9 milhões, ou US$ 2,17 por ação, no quarto trimestre de 2020, informou a companhia. Em igual período de 2019, a empresa registrou prejuízo de US$ 921 milhões, ou US$ 2,43 por ação.

Segundo a Mosaic, o lucro no quarto trimestre de 2020 inclui benefícios fiscais de US$ 580 milhões. Em termos ajustados, a empresa teve lucro de US$ 0,57 por ação. A receita aumentou 18,4% na mesma comparação, para US$ 2,457 bilhões. O aumento da receita foi motivado por maiores volumes em todos os segmentos e preços mais altos de fosfatados, disse a companhia.

A multinacional informou que a melhora dos mercados de fertilizantes no segundo semestre do ano passado refletiu o aperto do balanço de oferta e demanda em potássio e fosfatados. "O aumento dos preços de grãos globalmente está incentivando produtores a maximizar o rendimento por meio da aplicação de nutrientes, e essa forte demanda está levando a quedas significativas de estoques de fosfato e potássio", disse a Mosaic em comunicado.

No segmento de potássio, as vendas líquidas no quarto trimestre aumentaram de US$ 395 milhões para US$ 559 milhões, refletindo principalmente um aumento do volume de vendas. Esse volume aumentou de 1,5 milhão para 2,7 milhões de toneladas. Em fosfatados, as vendas passaram de US$ 698 milhões para US$ 990 milhões, com alta dos volumes e dos preços. O volume de vendas de fosfatados cresceu de 2 milhões para 2,3 milhões de toneladas.

No Brasil

A operação brasileira, Mosaic Fertilizantes, registrou vendas líquidas de US$ 823 milhões, em comparação a US$ 864 milhões no quarto trimestre de 2019. A redução foi motivada por preços mais baixos de venda. Isso foi parcialmente compensado pelo volume de vendas, que passou de 2,2 milhões para 2,3 milhões de toneladas.

De acordo com a Mosaic, a melhora vista no segundo semestre de 2020 deve continuar em 2021. "A demanda por grãos continua alta e a economia agrícola, robusta. Como resultado, esperamos forte demanda global por fertilizantes em 2021", disse a companhia. "Essa forte demanda tem resultado em rápido aumento de preços nos Estados Unidos e globalmente."