Opine: day trade é prática arrojada ou risco desnecessário

Day trade foi o tema de "O Grande Debate — Investimentos" desta semana que contou com Renato Breia, analista da Nord Research, Caio Sasaki, do Portal do Trader

Do CNN Brasil Business
23 de fevereiro de 2021 às 11:36 | Atualizado 23 de fevereiro de 2021 às 11:39
O Grande Debate - Investimentos
"O Grande Debate - Investimentos", mediado por Fernando Nakagawa, diretor do CNN Brasil Business
Foto: Divulgação

 

O mercado financeiro vive uma verdadeira febre do day trade, que é aquela operação em que você compra e vende ações ou contratos no mesmo dia e, em tese, lucra com isto. Muitos especialistas defendem essa estratégia, mas uma pesquisa da Fundação Getulio Vargas (FGV) revelou que 97% dos investidores que adotam isso no Brasil têm prejuízo, e os que lucram não conseguem nem R$ 300 por dia. 

No programa "O Grande Debate - Investimentos" desta semana, Renato Breia, analista de casa de análises Nord Research, é crítico ao day trade, enquanto Caio Sasaki, que já foi da XP Investimentos e hoje é estrategista do Portal do Trader, defende a prática. Confira abaixo os posicionamentos deles e dê a sua opinião.

"Day trade é uma operação de especialistas, de quem está há muito tempo no mercado. Essa prática acaba sendo difundida pelas corretoras e por vendedores de cursos com a promessa de que dá para ficar rico rápido. A perspectiva de ganhar a vida sem sair de casa é muito sedutora, mas quem realmente ganha dinheiro com day trade são os investidores institucionais — que investem pesadamente em tecnologia —, quem opera na contraparte, que são as corretoras, e os educadores financeiros."

Renato Breia, analista da Nord Research

 

 

"A maioria das pessoas perde dinheiro com day trade, assim como acontece em um vestibular concorrido, um grande concurso público ou até mesmo um cargo de diretoria. O que eu acho interessante é focar nas pessoas que conseguiram alcançar os objetivo e no que elas fizeram de diferente de quem morreu tentando. No day trade, as pessoas que tiveram resultado positivo levaram tempo se preparando. O resultado é fruto de um processo, não é por um acaso."

Caio Sasaki, estrategista do Portal do Trader

"Os bancos mantêm as mesas de day trade, porque têm expertise, tecnologia e dinheiro. Têm inclusive algoritmos que ajudam em operações de alta frequência. Já as corretoras ganham com corretagem."

Renato Breia, analista da Nord Research

"A corretora oferece day trade como mais uma possibilidade de ganhos, como fundos imobiliários, fundos de investimento multimercados. Não é pela corretagem que as corretoras oferecem; até porque muitas nem cobram corretagem."

Caio Sasaki, estrategista do Portal do Trader

 

 

"Quando você não paga nada pelo serviço, no caso da corretagem [de day trade], o produto é você. Para as corretoras, interessa ter uma base de clientes operando mesmo que de graça, porque ela oferece esse mesmo serviço para grandes investidores que são a contraparte — e ela cobra deles."

Renato Breia, analista da Nord Research

 

"O investidor pode perder tudo que foi investido no day trade, então, é importante o investidor aplicar uma parte pequena do seu patrimônio. Se você perde 100% de 1% do seu patrimônio não é algo grave que vai te abalar financeiramente. É bom lembrar que é possível perder dinheiro no longo prazo também. Quem estava investido durante 10 anos nas ações das empresas do grupo X [de Eike Batista] pode ter tido uma perda considerável."

Caio Sasaki, estrategista do Portal do Trader

 

(Texto publicado por Natália Flach)