Boeing entrega 22 jatos em fevereiro e mostra encomendas positivas após 14 meses

Companhia afirmou que registrou 82 novas encomendas em fevereiro, elevando o total para o ano até agora para 86 aviões

Por Ankit Ajmera, da Reuters
09 de março de 2021 às 19:06 | Atualizado 09 de março de 2021 às 19:58

 

Boeing 737 MAX retoma voos nos EUA 29/12/2020
Boeing 737 MAX retoma voos nos EUA 29/12/2020
Foto: REUTERS/Marco Bello

A Boeing anunciou nesta terça-feira (9) que entregou 22 aeronaves em fevereiro, alta ante 17 despachadas um ano antes, e que as encomendas líquidas ficaram positivas pela primeira vez em 14 meses.

A companhia afirmou que registrou 82 novas encomendas em fevereiro, elevando o total para o ano até agora para 86 aviões.

Clientes também converteram ou cancelaram cerca de 50 pedidos no mês passado, mas as encomendas líquidas dos cancelamentos somaram 31 aviões no mês passado, voltando ao terreno positivo pela primeira vez desde novembro de 2019.

Os pedidos de fevereiro incluem 25 jatos 737 MAX para United Airlines, 14 aviões 737 MAX para clientes não informados e 27 aviões KC-46 de reabastecimento para a Força Aérea dos Estados Unidos.

A Singapore Airlines também encomendou 11 jatos 777X como parte de um acordo de conversões anunciado no mês passado, que inclui o cancelamento de 19 unidades do 787-10.

Os cancelamentos incluem sete feitos pela Copa Airlines.

A carteira de pedidos da Boeing somava um total 4.041 aviões no fim de fevereiro, ante 4.016 em janeiro.