Boeing vai pagar US$ 6,6 milhões em multas à agência de aviação dos EUA

Pagamento irá acontecer depois que o regulador da aviação acusou a empresa de não cumprir um acordo de segurança firmado em 2015

Reuters
25 de fevereiro de 2021 às 18:15
Virgin; Avião; Boeing 747
Foto: Divulgação

A Administração da Aviação Federal dos Estados Unidos (FAA, na sigla em inglês), disse que a Boeing concordou em pagar US$ 6,6 milhões em multas depois que o regulador da aviação acusou a empresa de não cumprir um acordo de segurança firmado em 2015.

As penalidades incluem US$ 5,4 milhões por não cumprimento do acordo no qual se compromete a mudar seus processos internos para melhorar e priorizar a conformidade regulatória, e US$ 1,21 milhão para resolver dois casos pendentes de aplicação da FAA.

"A Boeing falhou em cumprir todas as suas obrigações sob o acordo de liquidação, e a FAA está responsabilizando a Boeing impondo penalidades adicionais", disse o administrador da FAA, Steve Dickson, em um comunicado. A Boeing, que pagou US$ 12 milhões em 2015 como parte do acordo, não comentou a decisão.