Responsáveis por auxílio e INSS, trabalhadores da Dataprev suspendem greve

Vinculada ao Ministério da Economia, a Dataprev é responsável pelo processamento dos pagamentos dos benefícios

Nicholas Shores, da Agência Estado
12 de março de 2021 às 20:41
Fila benefícios INSS
Atualmente, há mais de 1,7 milhão de pedidos à espera de análise, sendo que cerca de 1 milhão desses, aguarda há mais de 45 dias
Foto: Henry Milleo/ Agência Brasil

 

Os trabalhadores da Dataprev decidiram em assembleia suspender a greve que haviam decretado em quatro estados e no Distrito Federal depois que a empresa prorrogou o Acordo Coletivo de Trabalho de 2020 por mais 60 dias, o que era reivindicado pelo movimento.

Em São Paulo e Santa Catarina, a paralisação nem chegou a começar. Os funcionários de Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte estavam em greve desde segunda-feira, 8, e, no Distrito Federal, desde terça-feira.

 

Vinculada ao Ministério da Economia, a Dataprev é responsável pelo processamento dos pagamentos de benefícios previdenciários do INSS e, também, pelo auxílio emergencial.

Os trabalhadores da empresa pública também estão à frente do sistema online de liberação do seguro-desemprego.

Nos primeiros minutos desta sexta-feira, 12, o Congresso concluiu a tramitação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 186/2019, a PEC Emergencial, que reserva R$ 44 bilhões para uma nova rodada do auxílio emergencial a vulneráveis na pandemia.