Para Funchal, gasto com novo auxílio tem capacidade 'extremamente limitada'

Funchal afirmou ainda que o foco no momento é implementar a rodada atual do coronavoucher e acelerar a vacinação da população contra a Covid-19

José de Castro, da Reuters
17 de março de 2021 às 12:05
Bruno Funchal, secretário do Tesouro Nacional em entrevista para a CNN (22.jul.2
Bruno Funchal, secretário do Tesouro Nacional em entrevista para a CNN (22.jul.2020)
Foto: CNN Brasil

O secretário do Tesouro Nacional, Bruno Funchal, frisou nesta quarta-feira (17) que a capacidade de financiar novas rodadas de auxílio emergencial é "extremamente limitada", depois de centenas de bilhões de reais gastos com o benefício em 2020 e da reedição de R$ 44 bilhões neste ano.

Funchal afirmou ainda que o foco no momento é implementar a rodada atual do coronavoucher e acelerar a vacinação da população contra a Covid-19.