FMI quer ajudar países a identificar riscos ligados às mudanças climáticas

O órgão pretende incluir métricas relacionadas ao clima nas análises macroeconômicas das nações, diz Kristalina Geoergieva, diretora do FMI

Por André Marinho, do Estadão Conteúdo
24 de março de 2021 às 18:56
Kristalina Georgieva, FMI
Foto: Mike Theiler/Reuters

 A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Geoergieva, revelou nesta quarta-feira (24) que a instituição trabalha para auxiliar países na identificação de riscos financeiros associados às mudanças climáticas.

Segundo ela, o órgão pretende incluir métricas relacionadas ao clima nas análises macroeconômicas das nações.

Em evento virtual Project Syndicate, Georgieva defendeu a importância de se começar a precificar o carbono, com objetivo de atribuir custos aos efeitos causados pelo avanço da emissão de gases do efeito estufa.

"Temos que realizar uma transição climática justa, e precisamos de cooperação internacional para isso", argumentou Kristalina Geoergieva.