Guedes fala em até R$ 30 bi em crédito a pequena empresa com garantias da União

Nas contas de Guedes, entre R$ 3 bi e R$ 4 bi em garantias do fundo público permitiriam um acesso a crédito na faixa de R$ 20 bi a R$ 30 bi pelas empresas

Por Eduardo Laguna e Amanda Pupo, do Estadão Conteúdo
25 de março de 2021 às 17:49
O ministro da Economia Paulo Guedes durante a coletiva de 500 dias do governo
O ministro da Economia Paulo Guedes durante a coletiva de 500 dias do governo
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil (15.mai.2020)

Ao elencar medidas de apoio ao setor privado diante do impacto pesado da pandemia, o ministro da Economia, Paulo Guedes, informou nesta quinta-feira, (25) que o governo segue trabalhando em garantias para micro e pequenas empresas conseguirem captar recursos nos bancos a taxas de juros mais reduzidas.

Durante audiência pública virtual da comissão temporária do Senado que trata da pandemia, o ministro reforçou a ideia de utilizar recursos que sobraram do Fundo Garantidor de Investimentos (FGI).

Nas contas de Guedes, entre R$ 3 bilhões e R$ 4 bilhões em garantias do fundo público permitiriam um acesso a crédito na faixa de R$ 20 bilhões a R$ 30 bilhões pelas empresas.

"Estamos em cima disso. Com a renovação do Pronampe (programa de apoio a micro e pequenas empresas), usando recursos que não foram usados do FGI, calculamos que com R$ 3 bilhões a R$ 4 bilhões, conseguimos mobilizar entre R$ 20 bilhões e R$ 30 bilhões para ajudar pequenas e médias empresas", informou o ministro aos senadores.