Estadias no Airbnb superam oferta de grandes redes de hotéis, diz consultoria

Há mais de 5,4 milhões de anúncios ativos no Airbnb ante o total combinado de 3,3 milhões de unidades nas redes de hotéis Marriott, Hilton e IHG

Ankit Ajmera, da Reuters
26 de março de 2021 às 15:03 | Atualizado 26 de março de 2021 às 15:06
Site do Airbnb, plataforma de aluguel de casas e apartamentos para turismo
Site do Airbnb, plataforma de aluguel de casas e apartamentos para turismo
Foto: Divulgação

 

As estadias oferecidas pela empresa de aluguel de residências para temporada Airbnb nos Estados Unidos mais do que dobraram nos últimos quatro anos, superando a oferta de algumas cadeias tradicionais de hotéis, revelou a empresa de análise de mercado AirDNA, nesta sexta-feira (26).

O apelo de aluguéis de curto prazo que oferecem maior espaço e localização em destinos remotos provou ser vital para a Airbnb durante a pandemia de Covid-19, permitindo um desempenho melhor do que as companhias tradicionais de hospedagem no ano passado, disse a AirDNA.

As listagens ativas globais da Airbnb aumentaram 2,5% em fevereiro em relação ao ano anterior, segundo a empresa.

Globalmente, há mais de 5,4 milhões de anúncios ativos no Airbnb, com mais unidades disponíveis para aluguel do que o total combinado de 3,3 milhões de unidades nas redes de hotéis Marriott, Hilton e IHG, disse AirDNA. 

No início de 2017, o Airbnb tinha 2,3 milhões de unidades em oferta em sua plataforma.