União e BNDES farão oferta para vender ao menos 142 mi de debêntures da Vale

Ao final de 2020, a Vale tinha 388,559 milhões de debêntures em circulação no mercado, e os vendedores possuem exatamente 55% deste total

Renato Carvalho, do Estadão Conteúdo
29 de março de 2021 às 20:11
Logo da Vale em prédio no Rio de Janeiro
Logo da Vale em prédio no Rio de Janeiro
Foto: Ricardo Moraes/Reuters

 

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a BNDESPar e a União vão realizar uma oferta pública secundária com esforços restritos para vender pelo menos 142 milhões de debêntures emitidas pela Vale.

Serão 93,9 milhões de títulos em posso da União, 37,5 milhões do BNDES e 10,6 milhões da BNDESPar. Mas o número total pode ser acrescido em até 50,94%, ou seja, os vendedores podem colocar mais 72,329 milhões de debêntures no mercado. Seriam 47,828 milhões pela União e 24,5 milhões do BNDES.

 

Ao final de 2020, a Vale tinha 388,559 milhões de debêntures em circulação no mercado, e os vendedores possuem exatamente 55% deste total, volume que pode ser totalmente vendido caso os títulos adicionais sejam colocados na operação.