Visa passa a aceitar stablecoin USDC para liquidar pagamentos em blockchain

A atualização, que usará o ethereum, elimina a necessidade de converter moedas digitais em dinheiro tradicional para que uma transação seja liquidada

Da Reuters
29 de março de 2021 às 11:19 | Atualizado 29 de março de 2021 às 11:22
Visa Cartão
Foto: Philippe Wojazer/Reuters

 A Visa anunciou nesta segunda-feira (29) que permitirá o uso da criptomoeda USD Coin para liquidar transações em sua rede de pagamentos, o mais recente sinal de crescente aceitação de moedas digitais pela indústria financeira.

O programa piloto foi lançado em parceria com a plataforma de pagamentos e criptoativos Crypto.com, mas a gigante planeja oferecer a opção a mais parceiros ainda este ano, anunciou a empresa.

A moeda USD (USDC) é uma criptomoeda estável cujo valor está atrelado diretamente ao dólar americano.

Com essa mudança, a Visa amplia um movimento que começa a ser visto nas principais empresas financeiras, incluindo BNY Mellon, BlackRock e Mastercard. Todas avançam para ampliar serviços com moedas digitais, lançando previsões de que as criptomoedas se tornarão uma parte regular das carteiras de investimento.

Na semana passada, Elon Musk, da Tesla, anunciou que os clientes da montadora poderão comprar seus veículos elétricos com bitcoin, marcando um passo significativo para o uso da criptomoeda no comércio.

“Vemos uma demanda crescente de consumidores em todo o mundo para poder acessar, manter e usar moedas digitais e estamos vendo uma demanda de nossos clientes para poder construir produtos que forneçam esse acesso para os consumidores”, diz Cuy Sheffield, head de Crypto na Visa.

Até agora, se um cliente escolhesse usar um cartão Visa Crypto.com para pagar por um café, a moeda digital mantida em uma carteira de criptomoedas precisava ser convertida em dinheiro tradicional.

Ou seja, a carteira de criptomoedas deposita a moeda fiduciária tradicional em uma conta bancária, a ser transferida para a Visa no final do dia para liquidar quaisquer transações, o que adiciona custo e complexidade aos negócios.

Com a atualização, a Visa, que usará o blockchain ethereum, elimina a necessidade de converter moedas digitais em dinheiro tradicional para que a transação seja liquidada.

A Visa disse ainda que firmou parceria com o banco de ativos digitais Anchorage, o primeiro do setor a ser licenciado pelo governo norte-americano, e concluiu a primeira transação este mês --com a Crypto.com enviando USDC para o endereço Ethereum da Visa em Anchorage.