IPC-S fica em 1% em março, pressionado por transportes e habitação, diz FGV

Em 12 meses, o IPC-S acumula avanço de 6,11%

Camila Moreira, da Reuters
05 de abril de 2021 às 09:12 | Atualizado 05 de abril de 2021 às 10:31
Vista aérea de São Paulo
Foto: Divulgação / Diogo Moreira CW / Governo do estado de SP

Os preços de Habitação e Transportes ampliaram a pressão e o Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) registrou avanço de 1,00% em março, contra 0,54% em fevereiro.

Os dados divulgados nesta segunda-feira (5), pela Fundação Getulio Vargas (FGV) mostraram que, no mês, o destaque foi a alta de 3,89% de Transportes, contra avanço de 2,29% em fevereiro.

Já os preços de Habitação aceleraram o avanço a 0,75% em março, de 0,08% no mês anterior.

Em 12 meses, o IPC-S acumula avanço de 6,11%.