Aneel propõe reajuste médio de 9,90% em tarifa da Energisa Sul Sudeste

A revisão vai provocar um efeito médio de reajuste de 9,90%, sendo 4,03% em média para consumidores conectados na alta tensão, e 12,13% para baixa tensão

Amanda Pupo, da Agência Estado
13 de abril de 2021 às 11:34
Lâmpada sendo acendida
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Após proposta da área técnica, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu nesta terça-feira (13), abrir consulta pública para a revisão tarifária periódica da distribuidora Energisa Sul Sudeste a vigorar a partir de 12 de julho de 2021.

A revisão vai provocar um efeito médio de reajuste de 9,90%, sendo 4,03% em média para consumidores conectados na alta tensão, e 12,13% para baixa tensão.

A consulta pública ficará aberta entre 14 de abril e 29 de maio. Na proposta de reajuste, os encargos setoriais terão impacto de 3,01%, o que é composto principalmente por 2,11% do pagamento dos empréstimos da Conta Covid, criada para reduzir o impacto da pandemia do novo coronavírus no setor elétrico.