Banco Mundial repassa US$ 12 bi para países em desenvolvimento combaterem Covid

A expectativa da entidade é de que até 1 bilhão de pessoas sejam vacinadas com essa verba que faz parte de um pacote de até US$ 160 bilhões

Tamires Vitorio, do CNN Brasil Business, em São Paulo
21 de abril de 2021 às 09:21
Aplicação de dose da vacina contra a Covid-19 no RJ
Aplicação de dose da vacina contra a Covid-19 em agentes de segurança na zona central do Rio de Janeiro
Foto: Dikran Junior/Enquadrar/Estadão Conteúdo

O Banco Mundial aprovou nesta quarta-feira (21) o financiamento de US$ 12 bilhões para que países em desenvolvimento possam lutar contra a pandemia do novo coronavírus.

O valor é voltado para a compra e distribuição de vacinas, testes e demais tratamentos contra a Covid-19 e também para o fortalecimento dos sistemas de saúde. Ações realizadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pela Covax também serão apoiadas. 

Os programas de resposta de emergência do Banco Mundial são voltadas, até o momento, para 111 países e, de acordo com o Banco, "este novo pacote mostra que cidadãos, indústrias farmacêuticas e [empresas] de pesquisa também precisam ter acesso a vacinas seguras e eficazes".

A expectativa da entidade é de que até 1 bilhão de pessoas sejam vacinadas com essa verba que faz parte de um pacote de até US$ 160 bilhões, a ser aprovado em junho deste ano. 

Para David Malpass, chefe do Banco Mundial, "o acesso a vacinas seguras e eficazes, além de sistemas de distribuição fortalecidos, é a chave para mudar o curso da pandemia e ajudar os países que sofrem com impactos econômicos e fiscais catastróficos a caminharem em direção a uma recuperação resiliente".