Criação de vagas de trabalho no setor privado dos Estados Unidos cresce em abril

Dados sugerem que a economia americana ganhou ainda mais impulso no início do segundo trimestre

Lucia Mutikani, da Reuters
05 de maio de 2021 às 14:13
Fila de pessoas em busca auxílio-desemprego nos EUA
Fila no Kentucky Career Center de pessoas em busca de assistência com o auxílio-desemprego em Kentucky, EUA. 18/6/2020
Foto: REUTERS/Bryan Woolston

 

A criação de vagas de trabalho no setor privado dos Estados Unidos aumentou em abril, com as empresas correndo para aumentar a produção em meio a um aumento da demanda, sugerindo que a economia ganhou ainda mais impulso no início do segundo trimestre, impulsionada pela ajuda do governo e pelo aumento das vacinações contra a Covid-19.

Foram criados 742.000 postos de trabalho no setor privado no mês passado, mostrou nesta quarta-feira o Relatório Nacional de Emprego da ADP. Os dados de março foram revisados para cima para mostrar 565.000 vagas criadas, em vez das 517.000 inicialmente relatadas.

 

Economistas consultados pela Reuters previam a criação de 800.000 novos postos de trabalho em abril.

O relatório da ADP é desenvolvido em conjunto com a Moody's Analytics. O relatório tem um histórico ruim de previsão da criação de vagas no setor privado no relatório de emprego mais abrangente e monitorado do governo, devido a diferenças de metodologia.

Mas o aumento nas contratações em abril veio em linha com uma recente melhora nas condições do mercado de trabalho, incluindo uma queda acentuada nos novos pedidos de auxílio-desemprego para o nível mais baixo desde março de 2020, quando o fechamento obrigatório de empresas não essenciais foi imposto de forma a desacelerar a primeira onda de infecções por Covid-19.

A percepção dos consumidores sobre o mercado de trabalho norte-americano está em seu patamar mais forte em 13 meses. Isso deixou os economistas antecipando que abril foi outro mês de crescimento impressionante do emprego. De acordo com uma pesquisa da Reuters com economistas, a criação de vagas fora do setor agrícola provavelmente teve alta de 978 mil empregos no mês passado, após um salto de 916 mil em março.

O Departamento do Trabalho dos EUA publicará o relatório de emprego de abril na sexta-feira. Mas as empresas, especialmente na manufatura, estão lutando para encontrar trabalhadores adequados. Uma pesquisa do Instituto de Gestão do Fornecimento (ISM, na sigla em inglês) divulgada na segunda-feira mostrou que "os participantes continuam observando dificuldades significativas em atrair e reter mão de obra nas instalações de suas empresas e fornecedores".

Os gastos dos consumidores norte-americanos aceleraram acentuadamente no primeiro trimestre. A economia cresceu a uma taxa anualizada de 6,4% no último trimestre, após apresentar um ritmo de expansão de 4,3% no quarto trimestre.