Petz dará licença de 2 dias para funcionário que adotar animal de estimação

O funcionário deve notificar o RH da companhia, apresentando os documentos necessários para comprovar a adoção

Tamires Vitorio, do CNN Brasil Business, em São Paulo
17 de maio de 2021 às 13:04
Animais
Foto: MIXA/Getty Images

A rede varejista Petz passou a oferecer dois dias de licença para os funcionários que adotarem um animal de estimação. Segundo a empresa, o objetivo da licença é "promover o bem-estar animal" e oferecer um tempo livre do trabalho para quem adotar um pet.

Para conseguir o benefício, chamado de licença PETernidade, o funcionário da Petz deve notificar o RH da companhia, apresentando os documentos necessários para comprovar a adoção de um cachorro ou de um gato.

"Diferentes de uma folga ou um prêmio, esses dias de ausência no trabalho vão possibilitar que o novo tutor se dedique à chegada do pet com o foco e o cuidado merecidos. O bem-estar do animal também reflete positivamente no bem-estar dos nossos colaboradores", disse Fernanda Fernandes, diretora de RH da Petz, em comunicado enviado ao CNN Brasil Business

“Acreditamos que a licença PETernidade possibilitará uma melhor conexão entre o tutor e seu pet. Parte dos comportamentos indesejados dos pets são consequência de ambientes inadequados para acolher seus instintos. Essas situações podem ser evitadas ou minimizadas com ações simples, como a adoção de rotinas e a prática do enriquecimento ambiental, com adaptações do ambiente doméstico que estimulem experiências semelhantes às existentes na natureza, conforme as necessidades e comportamentos de cada espécie”, afirmou Valéria Correa, diretora técnica da rede Petz e do Centro Veterinário Seres.