Ações da MMX deixam de ser negociadas na B3 a partir desta quinta-feira

Em fato relevante enviado à CVM, a companhia explica ainda que a suspensão se deve à decisão da 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro

Por Fabiana Holtz, do Estadão Conteúdo
20 de maio de 2021 às 15:36
Bolsa B3
Foto: Reuters/Amanda Perobelli

 A MMX Mineração e Metálicos, empresa que está em recuperação judicial, informa que foi comunicada pela B3 nesta quinta-feira (20) via ofício, sobre a suspensão das negociações com os valores mobiliários de emissão da empresa (MMXM3 e MMXM11) a partir desta quinta.

Em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a companhia explica ainda que a suspensão se deve à decisão da 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, divulgada ontem, negando provimento ao Agravo de Instrumento, que anulou os efeitos de decisão anterior do Desembargador Relator, que havia suspendido a decisão de decretação de falência da companhia.

A MMX afirma ainda que trabalha no momento para apresentar recurso para suspender liminarmente os efeitos da decisão da 6ª Câmara Cível e da 4ª Vara Empresarial, e assim viabilizar a retomada das negociações e do processo de Recuperação Judicial.