Senado aprova projeto de incentivo ao primeiro emprego; texto segue para Câmara

O texto abrange jovens de 16 e 29 anos de idade e que não tenham vínculo anterior registrado em carteira

Pedro Caramuru, do Estadão Conteúdo
26 de maio de 2021 às 08:54 | Atualizado 26 de maio de 2021 às 09:29
Plenário do Senado Federal
Plenário do Senado Federal
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom - 24.fev.2021/Agência Brasil

Senadores aprovaram, em votação simbólica, o projeto de lei que traz incentivos ao primeiro emprego e à contratação profissional de estudantes matriculados em cursos técnicos ou do ensino superior, desde que tenham entre 16 e 29 anos de idade e não tenham vínculo anterior registrado em carteira.

Pelo texto, os empregadores terão direito às reduções das alíquotas do INSS patronal, de 20% para 1%, e do FGTS, de 8% para 1% no primeiro ano da contratação. O texto segue agora para apreciação da Câmara.

Segundo o autor, senador Irajá (PSD-TO) - eleito o mais novo senador na história do Brasil aos 35 anos -, o projeto de lei é uma homenagem ao prefeito Bruno Covas, quem comandou a maior cidade do País e morreu no último dia 16 vítima de um câncer.