Confiança da indústria no Brasil mostra recuperação em maio, diz FGV

O Índice de Confiança da Indústria (ICI) avançou 0,7 ponto em maio e foi a 104,2 pontos, conseguindo recuperar as perdas apresentadas no mês anterior

Luana Maria Benedito, da Reuters
27 de maio de 2021 às 08:34 | Atualizado 27 de maio de 2021 às 09:41
Indústria
Funcionários de uma fábrica durante o expediente em Nantong, na China (16.mar.2020)
Foto: China Daily/Reuters

 A confiança da indústria no Brasil teve leve alta este mês, com a melhor percepção sobre os próximos meses compensando a fraqueza num indicador do momento presente, informou nesta quinta-feira a Fundação Getulio Vargas (FGV).

O Índice de Confiança da Indústria (ICI) avançou 0,7 ponto em maio e foi a 104,2 pontos, conseguindo recuperar as perdas apresentadas no mês anterior.

A leitura deste mês foi "influenciada pela melhora das expectativas para os próximos meses, enquanto a percepção das empresas sobre a situação atual continua piorando para 12 dos 19 segmentos que compõem a pesquisa", disse a economista da FGV Ibre Claudia Perdigão, em nota. "O resultado está relacionado aos efeitos da desvalorização do real e da escassez de insumos."

No mês de maio, o Índice de Situação Atual (ISA) teve queda de 0,5 ponto, a 109,5, enquanto o Índice de Expectativas (IE) avançou 2,1 pontos, para leitura de 99,0, muito próxima do nível neutro de 100 pontos.

"O avanço da vacinação, embora lento, e a recuperação de economias externas, ampliando as exportações são elementos que tendem a contribuir com a melhora das expectativas para o próximo semestre."