Stellantis irá parar produção em fábrica italiana em junho por falta de chips

A empresa também alertou os sindicatos de que a paralisação poderia se estender até 1º de julho

Por Giulio Piovaccari, da Reuters
28 de maio de 2021 às 18:13
Chip
Chip
Foto: Foto de Donat Sorokin \ TASS via Getty Images

 A Stellantis interromperá novamente a produção na fábrica de Melfi, no sul da Itália, no mês que vem, conforme a escassez global de chips e a fraca demanda ligada à pandemia de Covid-19 continuam afetando a indústria automotiva, afirmou o sindicato UILM nesta sexta-feira.

Marco Lomio, da UILM, disse que a empresa informou aos sindicatos que suspenderia a produção por vários dias em junho.

A empresa também alertou os sindicatos de que a paralisação poderia se estender até 1º de julho.

A quarta maior montadora do mundo disse no começo do mês que esperava que a falta de semicondutores afetasse a produção neste trimestre mais fortemente do que nos primeiros três meses do ano e que situação deve melhorar no segundo semestre de 2021. Mas alertou que a ruptura na indústria automobilística pode durar até 2022.

A Stellantis, formada no início do ano a partir da fusão da ítalo-americana Fiat Chrysler e da francesa PSA, fabrica os modelos Jeep Renegade e Compass e o Fiat 500X SUV compacto em Melfi, uma das maiores instalações de montagem do grupo na Itália.

Um porta-voz da Stellantis confirmou que a paralisação foi devido tanto ao problema de semicondutores quanto à fraca demanda do mercado.