XP cria nova corretora com Faros, seu maior escritório de agentes autônomos

Empresa de Guilherme Benchimol se movimentou para garantir fidelidade de seus maiores escritórios após investidas do BTG Pactual

Leonardo Guimarães, do CNN Brasil Business
07 de junho de 2021 às 19:06 | Atualizado 07 de junho de 2021 às 19:09
Sede da XP em São Paulo
Foto: REUTERS/Amanda Perobelli

 

A XP anunciou nesta segunda-feira (7) que se juntou ao escritório de agentes autônomos Faros Investimentos para criar uma nova corretora. A Faros Corretora deve estrear “nos próximos meses”, segundo as empresas. 

A nova corretora vai focar no segmento private (de altíssima renda e institucional). A XP terá participação de 28% no negócio, enquanto a Faros terá os 72% restantes. 

Este é o terceiro anúncio da XP em 10 dias para criação de corretoras com escritórios de agentes autônomos. O movimento acontece depois que o BTG Pactual fez propostas a parceiros da empresa. 

Com o novo anúncio, a XP garante seus três maiores escritórios em sua plataforma. 

No último dia 2, a empresa fechou parceria com a Monte Bravo, que tem R$ 17 bilhões em ativos sob custódia na plataforma. No dia 30 de maio veio o anúncio de sociedade com a Messem, que tem R$ 15 bilhões sob custódia. Nas duas novas corretoras, a participação da XP é de 49,9%. 

A Faros é o maior escritório da XP, com R$ 20 bilhões vinculados à empresa. A parceria entre as duas companhias começou em 2013. A parceria fez a empresa crescer mais de 20 vezes em ativos sob assessoria chegando a uma equipe sênior de 100 assessores.

O último capítulo da guerra contra o BTG teve o banco de André Esteves formando uma corretora com o Acqua-Vero, que tem R$ 8,5 bilhões sob custódia. A XP acusou a assessoria de violar contrato e "sugar" dados de sua operação e cobrou multa de R$ 134,8 milhões. O Acqua-Vero se desligou imediatamente da XP dizendo que a empresa bloqueou seu acesso aos sistemas.

No mês passado, a catarinense Wise deixou a XP e foi para o BTG Pactual levando seus 150 assessores, carteira de R$ 3 bilhões e 40 escritórios espalhados pelo Brasil.

Segundo Samy Botsman, sócio e fundador da Faros, o acordo fechado com a XP Inc. coloca a nova corretora em um patamar competitivo mais alto.  “Isso nos permitirá trabalhar de forma cada vez mais customizada e sem qualquer tipo de ruptura, atendendo aos desejos de nossos clientes”, diz. 

Para Guilherme Benchimol, fundador e presidente executivo do Conselho de Administração da XP  escolher os melhores parceiros foi fator primordial para a sociedade. “Quando decidimos fazer uma sociedade de longo prazo, é muito importante ter empreendedores alinhados com o nosso propósito no longo prazo”, afirma.