Volkswagen paralisa produção em SP e Paraná por 10 dias por falta de chips

Companhia afirmou que tem tentado minimizar no Brasil os efeitos da escassez de semicondutores que atinge a produção de veículos no mundo

Por Marcelo Rochabrun, texto de Aluísio Alves, da Reuters
11 de junho de 2021 às 17:30 | Atualizado 11 de junho de 2021 às 17:33
T-Cross,  primeiro SUV produzido pela Volkswagen no Brasil
As quatro unidaddes da Volkswagen em São Paulo e no Paraná empregam cerca de 15 mil funcionários
Foto: Divulgação

 A Volkswagen anunciou nesta sexta-feira (11) que suspenderá por 10 dias a fabricação de veículos em duas unidades de São Paulo e outra no Paraná, devido à falta de chips.

Em nota, a companhia afirmou que tem tentado minimizar no Brasil os efeitos da escassez de semicondutores que atinge a produção de veículos no mundo.

"Entretanto, o cenário atual não demonstra o encaminhamento para uma solução definitiva visando a normalização do fornecimento de chips. Ao contrário, há sérios riscos de agravamento dessa situação nas próximas semanas", afirmou a empresa no documento.

Por isso, a montadora alemã anunciou que vai paralisar as operações de suas fábricas de São Bernardo do Campo e São Carlos (SP) e de São José dos Pinhais (PR) a partir de 21 de junho, por 10 dias.

"Novas paralisações não estão descartadas futuramente caso o cenário global de fornecimento de semicondutores permaneça crítico, impactando diretamente as atividades de produção da empresa no Brasil", acrescentou a empresa.