Após ação de governo chinês, Didi cai pelo 3º dia seguido em bolsa dos EUA

As ações da Didi Global despencavam mais de 6% nesta quarta-feira

Medha Singh e Akanksha Rana, da Reuters
07 de julho de 2021 às 13:56
Táxi da Didi
Táxi da Didi
Foto: SOPA Images / Getty Images

A empresa de análise S3 Partners alertou nesta quarta-feira (7) sobre outro pico na "venda a descoberto" de empresas chinesas listadas nos Estados Unidos, após repressão do governo chinês que gerou um terceiro dia de vendas das ações da Didi, de transporte urbano por aplicativo.

As ações da Didi Global despencavam mais de 6% nesta quarta-feira, quinto dia de negociações nos EUA, após o que pareceu um IPO bem-sucedido em Nova York na semana passada.

A companhia já viu seu valor de mercado encolher em US$ 14 bilhões, ou cerca de 20%, desde a primeira rodada de anúncios de repressão de Pequim sobre empresas de tecnologia, na sexta-feira, segundo cálculos da Reuters.

Nesta quarta-feira, o regulador do mercado financeiro da China multou empresas de internet, incluindo Didi, Tencent e Alibaba por não informarem com antecedência acordos de fusão e aquisição para aprovação.

A S3 citou potencial de repressão às empresas chinesas listadas no mercado norte-americano como fator de faíscas para outra explosão de "vendas a descoberto" de tais ações.

Venda a descoberto é a operação em que o investidor aposta que o preço de uma ação vai cair no futuro. As apostas nisso estão acumulando lucro no geral para o ano, o que indica que agora há espaço para que hedge funds e outros especuladores apostem em mais perdas após a campanha do governo chinês lançada na semana passada.

"Para a Didi, a situação é sombria, mas para as empresas chinesas que se preparam para se listar nos EUA pode ser ainda mais sombria", disse Samuel Indyk, analista sênior do uk.Investing.com.

"À medida que aumenta o risco de investir em ações de companhias chinesas de tecnologia nos EUA, a capacidade das empresas da China de levantar capital cai com isso, tornando as listagens nos EUA menos atraentes no futuro."

Avaliada em cerca de US$ 60 bilhões no IPO, a Didi marcou a maior listagem de ações nos EUA de uma companhia chinesa desde 2014. A rival norte-americana Uber tem um valor de mercado de US$ 95 bilhões.