Klabin confirma que irá investir R$ 342 milhões em projetos e expansão até 2022

Maior parte do aporte, um total de R$ 251 milhões, serão empregados no aumento da capacidade e na oferta de soluções diferenciadas em embalagens

Por Wagner Gomes, do Estadão Conteúdo
12 de julho de 2021 às 18:31
klabin
Planta da Klabin em Betim, Minas Gerais (30.mar.2020)
Foto: Klabin/Divulgação

 A Klabin confirmou nesta segunda-feira (12) que vai investir R$ 342 milhões em projetos especiais e expansões entre este e o próximo ano. Segundo a companhia, o segmento de embalagens receberá a maior parte do aporte, um total de R$ 251 milhões, que serão empregados no aumento da capacidade e na oferta de soluções diferenciadas em embalagens.

Os equipamentos entrarão em operação em meados de 2022. Como o Broadcastjá havia informado, a suplementação do orçamento de investimentos (capex) foi aprovada no início deste mês pelo conselho de administração da Klabin.

Segundo informou a companhia nesta segunda-feira, o investimento garantirá um incremento de 50 mil toneladas de embalagens, considerando caixas de papelão ondulado e sacos. De acordo com dados da Associação Brasileira de Embalagens em Papel (Empapel), a perspectiva de crescimento do setor em 2021 é positiva, podendo avançar até 8,8%.

"O mercado de embalagens de papel seguirá aquecido no longo prazo e nossa expectativa é que cresça acima do PIB. O setor vem apresentando um forte desempenho, impulsionado pelo crescimento histórico do segmento de alimentos, e deve crescer ainda mais por conta das novas tendências, como o e-commerce, além da busca por embalagens mais sustentáveis, como são as de papel", diz Douglas Dalmasi, diretor de Embalagens da Klabin.

Entre os destaques dos investimentos, está a aquisição de novas impressoras, uma delas digital, e equipamentos de conversão, que serão instalados nas unidades localizadas nos Estados de Pernambuco, Bahia, Minas Gerais, São Paulo e Santa Catarina.

Segundo a empresa, os novos equipamentos, importados e pioneiros no Brasil, possuem capacidade de impressão em alta definição e atendem às necessidades específicas de setores que vêm crescendo, como frutas, cosméticos, e-commerce, bebidas, alimentos, eletrodomésticos e eletrônicos.