Por expansão logística, Magazine Luiza anuncia oferta de R$ 4,6 bilhões em ações

Os recursos vão ser usados para financiar expansão logística e investimentos em tecnologia, bem como aquisições estratégicas

Paula Arend Laier, da Reuters
15 de julho de 2021 às 10:04 | Atualizado 15 de julho de 2021 às 10:24
Venda online Magazine Luiza
Venda online Magazine Luiza
Foto: Magazine Luiza / Reprodução

 

O Magazine Luiza anunciou, nesta quinta-feira (15), oferta primária de ações da ordem de R$ 4,6 bilhões, para financiar expansão logística e investimentos em tecnologia, bem como aquisições estratégicas.

A oferta, que deve ser precificada em 22 de julho, consiste na distribuição inicial de 150 milhões de ações, montante que pode ser acrescido em até 50 milhões de papéis para atender eventual excesso de demanda.

Considerando o preço de fechamento das ações na véspera, de R$ 22,93, e lote adicional de papeis, a oferta soma R$ 4,586 bilhões.

Itaú BBA, BTG Pactual, Bank of America, JPMorgan, Bradesco BBI, Goldman Sachs, Morgan Stanley, Santander Brasil, UBS BB e XP Investimentos são os coordenadores da oferta.

Mais cedo, o Magazine Luiza anunciou a aquisição da plataforma de ecommerce de produtos de tecnologia e games KaBuM!, em operação que prevê o pagamento à vista de R$ 1 bilhão no fechamento do negócio.

A empresa também divulgou previsões operacionais, sinalizando expansão tanto no número de lojas como em centros de distribuição e unidades logísticas até 2023.

No caso de número de lojas, o prognóstico contempla 1.440 unidades em 2021, 1.560 em 2022 e 1.680 em 2023. Para centros de distribuição, a companhia prevê chegar a 26 neste ano, 30 no próximo e 33 no seguinte.