Yellen, do Tesouro dos EUA, diz não ter certeza se imposto global atinge Amazon

Em maio, os EUA propuseram um imposto mínimo de 15%, com o objetivo de combater um sistema internacional que acaba beneficiando grandes empresas de tecnologia

Reuters
15 de julho de 2021 às 21:10
Secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen
Secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen
Foto: Alex Wong/Getty Images

 

A secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, disse nesta quinta-feira que não está certa de que a Amazon alcançaria o limite de lucratividade para um novo acordo tributário global que permitirá que mais países tributem grandes empresas multinacionais.

"Depende se eles alcançam ou não o limite de lucratividade e não tenho certeza disso", disse Yellen à CNBC em uma entrevista, ao ser questionada se o acordo de 132 países realocaria os direitos de tributação para a Amazon.

 

Em maio, o Tesouro americano propôs um imposto global mínimo de 15%, com o objetivo de combater um sistema internacional pesado e cheio de brechas, que acaba beneficiando sobretudo grandes empresas de tecnologia.

Um mês depois, os ministros das finanças dos países do Grupo dos Sete (G7) apoiaram o ambicioso plano de reformar o sistema tributário global, que deveria abranger os lucros das 100 maiores e mais lucrativas empresas do mundo.