81% das empresas têm grupos que discutem iniciativas de inclusão, diz pesquisa

Os principais grupos de afinidade estão voltados para mulheres, pessoas com deficiência, raça e etnias, além do movimento LGBTQIA+

Stephanie Alvesda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Uma pesquisa que mostra que 81% das empresas têm grupos que discutem iniciativas de inclusão. Os principais grupos de afinidade estão voltados para mulheres, pessoas com deficiência, raça e etnias, além do movimento LGBTQIA+.

A pesquisa foi realizada pela Deloitte entre agosto e setembro deste ano, com 215 empresas espalhadas por cinco regiões do país.

O estudo também apontou que tem avançado nos últimos anos a presença de pessoas com mais de 50 anos no mercado de trabalho, o que se mostra uma tendência para os próximos anos.

Apesar dos avanços, até o momento, poucas empresas desenvolveram processos para que os funcionários tenham seus talentos valorizados e possam ocupar cargos de liderança.

Das empresas que participaram da pesquisa, apenas 23% possuem mulheres em cargos de liderança. Em 24% delas, não há mulher fazendo parte do conselho. Quanto aos outros grupos, apenas 5% estão presentes em cargos de liderança.

Mais Recentes da CNN