A tendência do agro agora é de uma recuperação da produção, diz especialista

Em entrevista à CNN, o diretor-executivo de Política Agrícola da Conab, Sérgio Zen, comentou sobre como o setor do agronegócio deve se comportar em 2022

Pedro ZanattaLudmila CandalFelipe Andradeda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

O diretor-executivo de Política Agrícola da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), Sérgio Zen, afirmou neste domingo (2), à CNN, que a tendência do agronegócio para o ano de 2022 é de uma recuperação da produção que foi prejudicada no ano passado.

“Estamos vindo de uma safra que foi prejudicada no ano anterior por secas, geadas e pragas. Esses eventos formaram uma tempestade perfeita, mas a tendência agora é que ocorra uma recuperação dessa produção”, disse.

Zen afirmou que os desafios climáticos continuam por conta do La Niña. Para o especialista, o fenômeno traz dificuldades por conta de sua imprevisibilidade e que o ideal é “continuar acompanhando semanalmente a evolução dos eventos climáticos e corrigir as expectativas conforme o necessário”.

O especialista também comentou sobre o mercado de proteínas e disse que o Brasil tem um importante papel nesse segmento, pois “estamos em um momento muito promissor, onde ocorre um aumento na renda das economias mundiais e somos o grande provedor desses alimentos,

“Sempre vamos aparecer no cenário ocupando esse espaço internacional, principalmente pelos ganhos de produtividade que ocorreram nos últimos anos”, afirmou.

Por fim, Zen reforçou a necessidade de políticas que possibilitem sustentabilidade e investimento. Para ele, o Brasil possui os pilares necessários e “isso tem sido feito junto ao uso da tecnologia”, possibilitando mais produção com menos insumos.

“A agricultura brasileira é dependente de tecnologia, cronograma e técnica com base nos pilares de investimento continuado”, completou.

Sérgio Zen durante entrevista à CNN / CNN/Reprodução

Mais Recentes da CNN