Aéreas dos EUA voltam a cancelar mais de mil voos pelo 11º dia consecutivo

Motivados por avanço da Ômicron e nevascas, cancelamentos marcam a pior sequência do tipo desde o início da pandemia.

Variante Ômicron impulsiona nova onda de casos da Covid-19 nos EUA, com recordes recentes
Variante Ômicron impulsiona nova onda de casos da Covid-19 nos EUA, com recordes recentes Foto: REUTERS/Elijah Nouvelage

Dow Jones Newswires, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

Quase 1.700 voos haviam sido cancelados até a noite da quarta-feira (5), no 11º dia seguido com mais de mil cancelamentos no setor, a pior sequência do tipo desde o início da pandemia.

As companhias ainda atrasaram mais de 3.900 voos até a noite da quarta-feira, segundo o site de monitoramento FlightAware. As empresas até agora já cancelaram mais de 22 mil voos desde a véspera do Natal.

A variante Ômicron impulsiona nova onda de casos da Covid-19 nos EUA, com recordes recentes, e prejudica a tarefa das empresas de ter pessoal suficiente para seus voos.

O tempo ruim com nevascas em partes do país exacerbou os problemas.

Mais Recentes da CNN