“Ameaça de greve de servidores preocupa importadores”, diz presidente de associação

Operação da Receita Federal já provoca gargalos em portos brasileiros

Anna Gabriela Costada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Antes mesmo de uma possível paralisação, a operação adotada por servidores da Receita Federal já causa problemas em portos brasileiros. Alguns setores já vem sendo afetados, entre eles o de máquinas e equipamentos industriais.

Em entrevista à CNN nesta quinta-feira (13), o economista e presidente-executivo da Abimei (Associação Brasileira dos Importadores de Máquinas e Equipamentos Industriais), Paulo Castelo Branco, falou sobre as preocupações do setor.

“A gente entende que existe uma necessidade de ajuste, mas precisa haver o bom senso por parte dos auditores, o país já passa por pandemia, problema em logística internacional, aumentos de frete em 10 vezes o valor do que era um ano atrás, aperto de capital das indústrias para fazer os investimentos necessários. Esse tipo de atitude só vai fazer com que a gente tenha mais problemas no país, vai demorar mais para gerar emprego, não vai arrecadas impostos necessários para a nacionalização”, afirmou.

Segundo o presidente da Abimei, os importadores vêm buscando um diálogo, mas afirmou  que o prejuízo financeiro já acontece.

“A gente está tentando diálogo com o sindicato e diretamente cada importador com seu núcleo de fiscalização, com os auditores. A gente não tem muito que fazer, é um prejuízo grande em todos os sentidos, financeiro e de tempo. Estamos aguardando uma posição do governo”, afirmou.

“É muito difícil para o importador e quem faz o fornecimento das máquinas das indústrias nacionais tomar qualquer tipo de atitude, ficamos de mãos atadas perante essa operação padrão  dos auditores da Receita Federal”, acrescentou.

Mais Recentes da CNN