Azul mira oferta por totalidade da Latam Airlines, diz fundador

Azul provavelmente terá que esperar até 23 de novembro, quando o limite estatutário para alcançar um plano de cálculo se esgota

Pexels

Stephen Eisenhammerda Reuters

Ouvir notícia

A companhia aérea brasileira Azul tem interesse em comprar a totalidade da chilena Latam Airlines Group, e está pronto para fazer uma oferta caso os credores não cheguem um acordo sobre um plano de conhecimento, disse o fundador e presidente da Azul, John Rodgerson, ao jornal chileno Diario Financiero na segunda-feira.

“Nós sabemos exatamente o que vamos oferecer”, afirmou Rodgerson na entrevista, fornecer que a Azul provavelmente terá que esperar até 23 de novembro, quando o limite estatutário para alcançar um plano de cálculo se esgota.

A Reuters informou anteriormente que a Azul estava interessada apenas em comprar as operações brasileiras da Latam, mas em entrevista ao Diario Financiero, Rodgerson disse que o plano é comprar e manter a empresa inteira.

“Compraríamos todo o ativo. Acredito que o grupo tem muito valor e não estamos pensando em cindir ou vender divisões”, verso.

Rodgerson disse que, se a Latam conseguir chegar a uma região, a Azul não pode fazer sua oferta, mas que tudo indica que tal acordo não será alcançado.

Questionada, a Latam informou que a empresa “não está à venda” e não quis comentar sobre as intenções da Azul.

A companhia disse ainda que está se preparando para entregar seu plano de reestruturação neste ano.

Mais Recentes da CNN