Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Banco Central adia segunda fase do Open Banking para o dia 13 de agosto

    BC diz que as instituições participantes estão finalizando os testes para a obtenção de certificações para homologação e registro de suas APIs

    Códigos de programação: open banking vai funcionar por meio das APIs
    Códigos de programação: open banking vai funcionar por meio das APIs Foto: Markus Spiske/Unsplash

    Matheus Prado,

    do CNN Brasil Business, em São Paulo*

    Ouvir notícia

     O Banco Central anunciou nesta quarta-feira (14) que adiou a segunda fase do Open Banking, que comecaria na quinta-feira (15), para o dia 13 de agosto. Em nota, o BC disse que atendeu pedido formal da estrutura de governança do projeto.

    “Dado que as instituições participantes estão finalizando os testes para a obtenção de certificações para homologação e registro de suas APIs, o Banco Central decidiu nesta data alterar o cronograma do início do lançamento da Fase 2 do projeto, que envolve o compartilhamento de dados cadastrais e transacionais de clientes, mediante seu prévio consentimento.”

    Em sua segunda fase, o Open Banking tira a exclusividade do banco do correntista de fazer ofertas financeiras, como taxas de juros mais baixas para empréstimos, dando às outras instituições a mesma oportunidade.

    Se antes uma pessoa tinha conta no Itaú, por exemplo, era ali que ficavam todos os dados dela, como histórico de pagamentos, crédito, extrato, entre outros. Com o sistema aberto, todos os bancos passam a ter as mesmas informações sobre um indivíduo, sem que ele seja cadastrado em todas as instituições financeiras do país.

    No dia 30 de agosto será iniciada a fase três, na qual os consumidores poderão acessar os serviços de pagamento fora do ambiente do banco, podendo solicitar empréstimos fora do app do banco, e compartilhando o histórico de informações financeiras. 

    Em dezembro, a quarta e última etapa do Open Banking será implementada, ampliando o conceito para o open finance, tornando-se possível compartilhar dados como operações de câmbio, investimentos, seguros e previdência. 

    Procurado pelo CNN Brasil Business, o BC afirma que as outras fases do Open Banking não serão adiadas. 

    *Com informações de Tamires Vitorio

    Mais Recentes da CNN