Banco Central avalia mudar cálculo de rendimento da poupança

O presidente da instituição, Roberto Campos Neto, falou sobre isso em um evento do setor imobiliário nesta semana

Do CNN Brasil Business*

Ouvir notícia

O Banco Central está estudando mudar a regra de correção da caderneta de poupança, disse nesta quarta-feira (2) o presidente da instituição,  Roberto Campos Neto, em um evento do setor imobiliário.

Ele não deu detalhes de como seria alterada a regra, mas a ideia é deixar a poupança mais próxima dos juros dos financiamentos imobiliários.

A assessoria do BC disse à CNN que não vai comentar o assunto por ora.

A mudança é uma reivindicação antiga de participantes do setor imobiliário, cuja principal fonte de recursos vem da poupança.

Para representantes do setor, o ideal seria aproximar o índice que corrige, numa ponta, empréstimos do setor com o investimento em caderneta, em outra ponta.

Fontes do setor imobiliário ouvidas pela analista de economia da CNN Priscila Yazbek, dizem que uma das possibilidades faladas pelo próprio Campos Neto seria corrigir a poupança pelo IPCA – índice oficial de inflação.

Essa mudança, de acordo com essas informações, está em fase embrionária, e muitas mudanças seriam necessárias para essas novas regras, que dependeriam também de consultas públicas.

Vale lembrar que, hoje, quando a Selic – taxa básica da economia está igual ou abaixo de 8,5% ao ano, a Poupança rende 70% da taxa Selic mais a variação da TR, que hoje está zerada.

Quando a Selic ultrapassa 8,5%, ela volta a render pela regra antiga: 0,5% ao mês mais TR.

Na semana que vem, o Copom se reúne para decidir sobre o futuro da Selic, que deve subir a 9,25% ao ano, segundo expectativa média do mercado. Com isso, seria acionada, de novo,  regra de remuneração antiga da poupança.

*Com informações de Priscila Yazbek

Mais Recentes da CNN