Banco Central suspende temporariamente acesso ao Sistema de Valores a Receber

Site que permite consulta de empresas e cidadãos a valores "esquecidos" em bancos entrou em funcionamento ontem, no entanto, alta demanda causou instabilidade no sistema

Pessoa caminha em frente ao Banco Central do Brasil
Pessoa caminha em frente ao Banco Central do Brasil Foto: Bruno Rocha/Fotoarena/Estadão Conteúdo

Sandra Manfrini e Eduardo Rodrigues, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

O Banco Central informou há pouco, nesta terça-feira (25), que suspendeu “temporariamente” o acesso ao Sistema de Valores a Receber (SVR), em razão da instabilidade no site.

“O lançamento do Sistema Valores a Receber (SVR) gerou demanda de acessos muito acima da esperada, o que provocou instabilidade em sua página e também nos sites do BC, do Registrato e Minha Vida Financeira. Para estabilizar esses sites, o BC suspendeu temporariamente o acesso ao SVR”, diz a nota divulgada pela autarquia.

A autoridade monetária informou que está trabalhando para que o funcionamento dos sites seja normalizado o mais breve possível e também para o retorno do SVR. “Manteremos o público informado quanto a esses desenvolvimentos e pedimos desculpas pelo transtorno.”

O SVR entrou em funcionamento ontem. O sistema permite que cidadãos e empresas consultem se têm algum dinheiro “esquecido” a receber em bancos e demais entidades do sistema financeiro.

A consulta é feita na página ‘Minha Vida Financeira’, dentro do site do BC, apenas usando o CPF ou CNPJ da empresa. Segundo a autarquia, as informações disponibilizadas no novo serviço são de responsabilidade das próprias instituições, mas o órgão estima que há cerca de R$ 8 bilhões de recursos nesta condição.

Mais Recentes da CNN