BC chinês alerta sobre risco de calote entre bancos por custos ligados ao clima

Bancos da China enfrentam riscos crescentes de inadimplência por custos mais altos em setores intensivos em carbono

Banco central da China em Pequim
Banco central da China em Pequim 28/09/2018REUTERS/Jason Lee

Por David Stanway, da Reuters

Ouvir notícia

Os bancos da China enfrentam riscos crescentes de inadimplência como resultado de custos mais altos relacionados ao clima em setores intensivos em carbono, como energia térmica, aço e cimento, disse Liu Guiping, vice-presidente do banco central, em comentários publicados nesta sexta-feira (18).

O Banco do Povo da China concluiu a primeira fase de testes de estresse de risco climático em 23 grandes bancos no ano passado, concentrando-se na possibilidade de que os três setores sejam forçados a pagar por suas emissões de carbono, escreveu Liu na publicação China Finance do banco.

“Os resultados dos testes mostraram que, se as empresas dos setores de energia térmica, aço e cimento não realizarem a transformação de baixo carbono, sua capacidade de reembolso diminuirá em vários graus sob os diferentes cenários de estresse”, escreveu ele.

O aumento dos custos de emissão, bem como as políticas destinadas a facilitar a “substituição industrial”, levariam ao problema de ativos ociosos e outros “riscos de transição”, disse.

Liu afirmou que mais testes serão realizados para verificar a exposição dos bancos a outros setores industriais de alta emissão.

 

Mais Recentes da CNN