BNDES cria fundo para educação, emprego e meio ambiente

Valor total do fundo pode chegar a R$ 200 milhões, já que o banco propôs acrescentar R$ 1 a cada real investido por empresas privadas

Jairo Nascimentoda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Movimento Bem Maior (MBM) assinaram um acordo de cooperação técnica que vai usar o fundo socioambiental do banco, com o valor de R$ 100 milhões, para financiar projetos sociais das áreas da educação, do meio ambiente e de emprego e renda.

O valor total do fundo ainda poderá chegar a R$ 200 milhões, já que o BNDES propôs acrescentar R$ 1 a cada real investido por empresas privadas.

O investimento mínimo para os primeiros projetos será de R$ 5 milhões e atenderá exclusivamente instituições sem fins lucrativos.

O plano de trabalho do projeto estabelece três focos de atuação: empreendedorismo, inclusão produtiva e educação.

O Movimento Bem Maior existe desde 2018 e é uma organização social formada por empresários e lideranças dispostas a fortalecer a distribuição de renda no país.

A seleção dos beneficiados ainda não começou, mas o edital para participar dos projetos de transformação social positiva está disponível no site do BNDES.

Mais Recentes da CNN