BNDES financia R$ 1,47 bi a parque de energia solar da Brookfield em Minas

O montante representa 72% do investimento total de R$ 2,04 bilhões para a construção do empreendimento, que terá capacidade para gerar 700 Megawatts

Foto: REUTERS/Carlos Barria/File Photo

Por Marta Nogueira, da Reuters

Ouvir notícia

 O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) apoiará o maior complexo de energia solar em construção na América Latina, em Janaúba (MG), da Elera Renováveis, braço de energia da gestora de ativos canadense Brookfield, com financiamento de R$ 1,47 bilhão informou a instituição em nota nesta sexta-feira.

O montante representa 72% do investimento total de R$ 2,04 bilhões para a construção do empreendimento, que terá capacidade para gerar 700 Megawatts (MW), por meio de 14 usinas fotovoltaicas.

Os aportes financeiros nas 14 usinas envolvem sobretudo a aquisição de módulos fotovoltaicos, de “trackers” (sistema que orienta a angulação das placas solares para captação do sol) e de inversores (equipamento que armazena e distribui a energia captada pelos painéis), detalhou o BNDES.

Além disso, o banco pontuou que o projeto envolve construção da subestação e a instalação das linhas de conexão para integração ao sistema interligado nacional, pontuou.

As obras para a instalação das usinas deverão gerar 1.265 postos de trabalho.

O financiamento do BNDES será feito a 14 Sociedades de Propósito Específico (SPE), constituídas para o projeto, e ocorrerá de forma direta, no âmbito do BNDES Finem.

As SPEs, que pertencem à Elera Renováveis, foram batizadas como Janaúba I Geração Solar Energia S.A., Janaúba II Geração Solar Energia S.A e assim em diante até a Janaúba XIV Geração Solar S.A.

Tópicos

Mais Recentes da CNN