Brasil é país onde o dólar mais desvalorizou em 2022, mostra levantamento

Desde o começo do ano, o real já acumula alta de 6,63% em relação à moeda norte-americana

Do CNN Brasil Business*

Ouvir notícia

O Brasil é o país onde o dólar mais perdeu valor em 2022, segundo levantamento da Economatica que compara moedas de 25 países, entre emergentes e desenvolvidos.

Desde o começo do ano, o dólar já acumula perdas de 6,63% em relação à moeda brasileira. Na sequência do Brasil na lista dos países onde a moeda americana mais desvalorizou, vem Peru (-5,66%), Chile (-5,18%), países da zona do euro (-0,33%) e México (-0,27%).

Entre os fatores que vêm impulsionando a queda do dólar no Brasil, especialistas destacam dois principais: um deles é pelo mercado de ações, e o outro, pelo de juros.

De um lado, há um movimento de investidores estrangeiros tirando dinheiro de ações de tecnologia —que sofrem mais com o cenário de juros em alta nos EUA—, e direcionando para commodities, setor no qual o Brasil se destaca.

De outro lado, os juros em ritmo de alta no país, que já tem o maior juro real do mundo, também atrai recursos estrangeiros.

Com mais entrada de dólar no país, o efeito é uma oferta maior da moeda e a consequente desvalorização em relação ao real.

Apesar desse movimento, especialistas ouvidos pela CNN alertam que o cenário pode mudar. Esse capital que entra no país agora é chamado de smart money, ou seja, mais especulativo, o que faz com que possa ir tão rápido como veio. Isso somado com a aproximação das eleições, pode trazer mais risco no país e influenciar a cotação da moeda.

Vale ressaltar que a moeda brasileira ficou entre as que mais desvalorizaram em relação à americana no ano passado.

Veja mais na explicação das analistas de economia da CNN Priscila Yazbek e Thais Herédia.

*Publicado por Ligia Tuon

 

 

 

 

Mais Recentes da CNN