Cade está prestes a passar por ‘dança das cadeiras’; entenda

O Cade tem uma importância enorme não só do ponto de vista da concorrência, que influencia na rotina do consumidor, mas também do ponto de vista político

do CNN Brasil Business, em São Paulo

Ouvir notícia

 

O mandato do presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Alexandre Carreto, terminou nesta segunda-feira (21). Outros 13 diretores também terão seus mandatos finalizados até o fim de outubro.

O Cade tem uma importância enorme não só do ponto de vista da concorrência, que influencia na rotina do consumidor, mas também do ponto de vista político. O conselho é uma espécie de xerife da concorrência, e cabe a ele a palavra final sobre importantes fusões, aquisições ou até acusações de cartel.

 

Sua estrutura é formada por um tribunal, do qual fazem parte um presidente, seis conselheiros e uma superintendência geral, que julga monocraticamente casos mais simples e pode aplicar multas. Além deles, tem o Ministério Público, representa o Cade frente ao restante do judiciário.

Dança das cadeiras

Essa abertura de vagas no Cade gera uma enorme movimentação politica. O que está sendo discutido hoje é a troca de posições entre Barreto e Alexandre Cordeiro, que é o superintendente-geral, cujo mandato termina em outubro. 

Barreto se tornaria superintendente e Cordeiro iria para presidência do Cade. Cordeiro tem ligação forte com políticos, já Barreto foi chefe de gabinete do ministro do TCU, Bruno Dantas.

Cade
Sede do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), em Brasília (DF)
Foto: Adriano Machado/Reuters

 

 

 

Mais Recentes da CNN