Centrais sindicais cobram fiscalização de empresas beneficiadas por desoneração

A medida de renúncia fiscal na folha de pagamento de empresas foi renovada pelo governo, em anúncio do presidente Jair Bolsonaro, nesta semana

Agência Câmara

Basília Rodrigues

Ouvir notícia

O anúncio de renovação da desoneração de impostos dos setores que mais empregam no Brasil exige fiscalização, na avaliação de centrais sindicais, para que o compromisso de não demitir trabalhadores seja cumprido.

O secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves, afirmou à CNN nesta sexta-feira que os sindicatos estão mobilizados.

“Cada sindicato em sua base estará atento aos procedimentos dos empresários. Esta é a orientação das centrais sindicais”, explicou.

A medida de renúncia fiscal foi renovada pelo governo, em anúncio do presidente Jair Bolsonaro, nesta quinta.

O compromisso de não demitir é declarado, mas não previsto em acordo formal, fica afiançado que os setores beneficiados não demitam, ainda que não exista uma formalização contratual disso.

Mais Recentes da CNN