Cerca de 40 milhões de pessoas fizeram 1ª transferência bancária com Pix, diz BC

Gratuidade do serviço foi um dos fatores ligados ao sucesso do Pix, segundo diretor

Pix faz parte de plano de inclusão financeira do Banco Central
Pix faz parte de plano de inclusão financeira do Banco Central Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Thaís Barcellos, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

O diretor de Organização do Sistema Financeiro e Resolução do Banco Central, João Manoel Pinho de Mello, afirmou nesta quarta-feira (6) que cerca de 40 milhões de pessoas no Brasil fizeram sua primeira transferência bancária por meio do Pix.

“Antes nunca tinham feito. Isso é inclusão”, disse, argumentando que parte desse número se deve à gratuidade do sistema e destacando que a inclusão financeira é uma grande meta do Banco Central.

Pinho de Mello participou do “Webinar on Digital Payments Transformation” , organizado pela embaixada da Índia no Brasil.

O diretor do BC repetiu que a autarquia não oferece o serviço diretamente ao cliente final, mas que o arcabouço regulatório criado foi crucial para o sucesso do Pix, como a gratuidade e a obrigação do serviço ser disponibilizado na página inicial dos aplicativos de instituições de pagamento e bancos.

Pinho de Mello ainda destacou que a “chave do sucesso” foi a criação de uma plataforma sem barreiras em que todas as instituições participantes estivessem em um “campo igualitário”.

Mais Recentes da CNN