China Evergrande paga título de dívida e evita calote

Fonte confirmou para a agência de notícias Reuters o pagamento de US$ 83,5 milhões (cerca de R$ 473 milhões), evitando um calote imediato

REUTERS/Tyrone Siu

Da Reuters

Ouvir notícia

O China Evergrande Group enviou nesta quinta-feira (21) fundos para uma conta fiduciária para o pagamento de  um título de dívida em dólar que venceu no último dia 23 de setembro, uma fonte afirmou para a agência de notícias Reuters. A ação ocorre um dia antes do prazo final de pagamento, o que faria que a empresa entrasse extraoficialmente em situação de calote.

A fonte confirmou uma reportagem do jornal governamental chinês Securities Times, que a empresa emitiu  US$ 83,5 milhões (cerca de R$ 473 milhões) para uma conta fiduciária do banco norte-americano Citibank para o pagamento do cupom da dívida. Com isso, o banco será capaz todos os acionistas antes do fim do período em que o pagamento pode ser feito sem penalidades, em 23 de outubro.

“Eles parecem estar evitando o calote no curto prazo. É um pequeno alívio que eles tenham conseguido achar liquidez”, afirmou um advogado que representa alguns donos dos títulos da dívida.

“Mesmo assim, a Evergrande precisa reestruturar a sua dívida. Esse pagamento pode ser uma forma deles conseguirem alguma negociação com os acionistas antes do trabalho duro necessário para a reestruturação”

A Evergrande não respondeu ao pedido da Reuters para comentar a notícia. O Citigroup se recusou a comentar.

A notícia é divulga um dia depois de o o provedor financeiro REDD informar que a empresa conseguiu negociar a prorrogação de um título inadimplente emitido pela joint venture Jumbo Fortune Enterprises, avaliado em US$ 260 milhões (cerca de R$ 1,4 bilhão).

 

Tópicos

Mais Recentes da CNN